sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

FELIZ ANO NOVO

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO





Ministérios das Finanças e da Administração Pública e da Educação

Estabelece as regras aplicáveis à avaliação do desempenho dos docentes que exercem funções de gestão e administração em estabelecimentos públicos de educação pré-escolar e de ensino básico e secundário, bem como em centros de formação de associações de escolas.

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

É PRECISO ENTRAR COM O PÉ DIREITO

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

MAPA DETALHADO DA TERRA



O novo mapa global da superfície da Terra - o mais detalhado existente até agora - já foi disponibilizado pela Agência Espacial Europeia e pode ser consultado na Internet, através do portal do projecto GlobCover.
O mapa é o resultado da cooperação da Agência Espacial Europeia (ESA) com a Universidade Católica de Louvain, na Bélgica, que permitiu que se apresentasse o produto final do trabalho no tempo recorde de menos de um ano.
O projecto GlobCover, que tem uma resolução dez vezes maior do que os restantes mapas já apresentados, foi criado a partir de dados obtidos em 2009, pelo satélite Envisat lançado ao espaço em 2002, e utilizou o instrumento MERIS (Medium Resolution Imaging Spectrometer), com uma resolução de 300 metros.(...)

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

MEDIDAS PARA A POUPANÇA NA EDUCAÇÃO



Destacam-se as seguintes medidas já implementadas:
•Redução de 5000 docentes no ano lectivo de 2010 -2011, decorrente de uma gestão mais eficaz na constituição de turmas e distribuição de horários de docência, nomeadamente através do encerramento de escolas com menos de 20 alunos e da agregação de unidades de gestão.
•Alteração dos critérios para a fixação do número de adjuntos do director.
•Passagem para o Programa Operacional Potencial Humano (POPH) do financiamento das escolas profissionais privadas da Direcção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo — Oeste, Médio Tejo e Lezíria.

E as medidas em curso e a implementar:
•Eliminação da área de projecto no 12.º ano (área não disciplinar correspondente a quatro tempos lectivos), com efeitos a partir do ano lectivo de 2011 -2012. (Dezembro de 2010)
•Alterações curriculares (eliminação da área de projecto e do estudo acompanhado). (aprovado em CM do dia 25 de Novembro)
•Obrigatoriedade de os professores bibliotecários leccionarem uma turma. (Dezembro de 2010)
•Redução do crédito horário das escolas — pacote de horas de redução da componente lectiva de que o director dispõe para o desempenho de cargos, projectos e actividades por docentes. (Dezembro de 2010)
•Redução do número de horas de assessoria às escolas. (Dezembro de 2010)
•Alteração das condições para a dispensa da componente lectiva de coordenadores de estabelecimentos de ensino. (Dezembro de 2010)
•Redução das equipas do Plano Tecnológico da Educação. (Dezembro de 2010)
•Redução em 70 % do número de docentes de carreira em mobilidade para funções em entidades externas ao ME — não renovação anual dos destacamentos. (1.º trimestre de 2011)
•Aplicação às escolas do artigo 84.º do Código do Trabalho — redução da componente lectiva associada ao trabalho nocturno (das actuais 20 horas para as 22 horas). Ontem, o Paulo Guinote deu conta aqui desta medida. (Dezembro de 2010)
•Financiamento do funcionamento das escolas dos territórios educativos de intervenção prioritária (TEIP) das regiões de convergência. (entre Dezembro de 2010 e Janeiro de 2011)
•Pagamento de encargos com cursos de educação e formação (CEF) e cursos profissionais das escolas públicas através de fundos comunitários. (entre Dezembro de 2010 e Janeiro de 2011)
•Aplicação da condição de recursos à educação: acção social escolar. (Janeiro de 2011)
•Aprofundar o reordenamento da rede escolar, nos termos previstos na Resolução do Conselho de Ministros n.º 44/2010, de 14 de Junho, constituindo, até ao início do ano lectivo de 2011 -2012, unidades de gestão que integrem todos os níveis de educação e ensino.Eliminação da área de projecto no 12.º ano (área não disciplinar correspondente a quatro tempos lectivos), com efeitos a partir do ano lectivo de 2011-2012. (Janeiro de 2011)
•Redução de 50 cargos dirigentes (20 %) nos serviços centrais e regionais. (sem data prevista)
•Redução de 5,5 % no orçamento de funcionamento das escolas. (a partir de 1 de Janeiro)
•Redução de 17 % nas despesas de funcionamento dos gabinetes ministeriais, serviços centrais e regionais. (a partir de 1 de Janeiro)
•Avaliação e renegociação dos contratos de associação: a) fórmula de financiamento assente no princípio da atribuição de um subsídio anual por turma; b) avaliação e ajustamento da rede de escolas com contrato de associação em função das efectivas necessidades. (diploma a aguardar publicação)
•Passagem para o POPH (eixo n.º 1) dos contratos de patrocínio — financiamento público do ensino da música e da dança nas escolas privadas das regiões de convergência. (entre Dezembro de 2010 e Janeiro de 2011)
•Extinção/fusão de organismos da administração pública directa e indirecta.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

BOAS FESTAS


FELIZ NATAL E BOM ANO NOVO

são os votos da equipa do Centro de Formação Intermunicipal Adolfo Portela

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

ENLINH@ - REVISTA DIGITAL DA ESAP

sábado, 18 de dezembro de 2010

DEZ ESTRATÉGIAS


 
Há algum tempo que círcula pela internet e pelas caixas de correio electrónio um texto intitulado As 10 Estratégias de Manipulação Mediática, atribuído a Noam Chomsky:

1- A ESTRATÉGIA DA DISTRACÇÃO.
O elemento primordial do controle social é a estratégia da distracção que consiste em desviar a atenção do público dos problemas importantes e das mudanças decididas pelas elites políticas e económicas, mediante a técnica do dilúvio ou inundações de contínuas distracções e de informações insignificantes. A estratégia da distracção é igualmente indispensável para impedir o povo de interessar-se pelos conhecimentos essenciais, na área das ciências, da economia, da psicologia, da neurobiologia e da cibernética. "Manter a atenção do público distraída, longe dos verdadeiros problemas sociais, cativada por temas sem importância real. Manter o público ocupado, ocupado, ocupado, sem nenhum tempo para pensar; de volta à quinta como os outros animais (citação do texto 'Armas silenciosas para guerras tranquilas')".

2- CRIAR PROBLEMAS, DEPOIS OFERECER SOLUÇÕES.
Este método também é chamado "problema-reacção-solução". Cria-se um problema, uma "situação" prevista para causar certa reacção no público, a fim de que este tenha a percepção que participou nas medidas que se deseja fazer aceitar. Por exemplo: deixar que se desenvolva ou se intensifique a violência urbana, ou organizar atentados sangrentos, a fim de que o público exija novas leis de segurança e políticas em prejuízo da liberdade. Ou ainda: criar uma crise económica para fazer aceitar como um mal necessário o retrocesso dos direitos sociais e o desmantelamento dos serviços públicos.

3- A ESTRATÉGIA DA GRADAÇÃO.
Para fazer com que se aceite uma medida inaceitável, basta aplicá-la gradualmente, a conta-gotas, durante anos consecutivos. É dessa maneira que condições socioeconómicas radicalmente novas (neoliberalismo) foram impostas durante as décadas de 1980 e 1990: Estado mínimo, privatizações, precariedade, flexibilidade, desemprego em massa, salários baixíssimos, tantas mudanças que teriam provocado uma revolução se tivessem sido aplicadas de uma só vez.

4- A ESTRATÉGIA DO DEFERIDO.
Outra maneira de se fazer aceitar uma decisão impopular é a de apresentá-la como sendo "dolorosa e necessária", obtendo a aceitação pública, no momento, para uma aplicação futura. É mais fácil aceitar um sacrifício futuro do que um sacrifício imediato. Primeiro, porque o esforço não é aplicado imediatamente. Segundo, porque o público - a massa - tem sempre a tendência a esperar ingenuamente que "tudo irá melhorar amanhã" e que o sacrifício exigido poderá vir a ser evitado. Isto dá mais tempo ao público para acostumar-se à ideia da mudança e de aceitá-la com resignação quando chegar o momento.

5- DIRIGIR-SE AO PÚBLICO COMO SE DE CRIANÇAS SE TRATASSEM
A maioria da publicidade dirigida ao grande público utiliza discurso, argumentos, personagens e entoação particularmente infantis, muitas vezes próximos da debilidade mental, como se cada espectador fosse uma criança de idade reduzida ou um deficiente mental. Quanto mais se pretende enganar ao espectador, mais se tende a adoptar um tom infantilizante. Porquê? "Se você se dirigir a uma pessoa como se ela tivesse 12 anos ou menos, então, em razão da sugestionabilidade, ela tenderá, com certa probabilidade, a dar uma resposta ou reacção também desprovida de um sentido crítico como a de uma pessoa de 12 anos ou menos de idade (ver "Armas silenciosas para guerras tranquilas")".

6- UTILIZAR MUITO MAIS O ASPECTO EMOCIONAL DO QUE A REFLEXÃO.
Fazer uso do discurso emocional é uma técnica clássica para causar um curto circuito na análise racional, e pôr fim ao sentido crítico dos indivíduos. Além do mais, a utilização do registo emocional permite abrir a porta de acesso ao inconsciente para incutir ideias, desejos, medos e temores, compulsões, ou induzir comportamentos...

7- MANTER O PÚBLICO NA IGNORÂNCIA E NA MEDIOCRIDADE.
Fazer com que o público seja incapaz de compreender as tecnologias e os métodos utilizados para o seu controle e escravidão. "A qualidade da educação dada às classes sociais inferiores deve ser a mais pobre e medíocre possível, de forma que a distância da ignorância que paira entre as classes inferiores e as classes sociais superiores seja e permaneça impossível de eliminar (ver 'Armas silenciosas para guerras tranquilas')".

8- ESTIMULAR O PÚBLICO A SER COMPLACENTE NA MEDIOCRIDADE.
Promover no público a ideia de que é moda o facto de se ser estúpido, vulgar e inculto...

9- REFORÇAR A REVOLTA PELA AUTOCULPABILIDADE.
Fazer o indivíduo acreditar que é somente ele o culpado pela sua própria desgraça, por causa da insuficiência da sua inteligência, de suas capacidades, ou do seu esforço. Assim, ao invés de revoltar-se contra o sistema económico, o indivíduo autocritica-se e culpabiliza-se, o que gera um estado depressivo, do qual um dos seus efeitosmais comuns, é a inibição da acção. E, sem acção, não há revolução!

10- CONHECER MELHOR OS INDIVÍDUOS DO QUE ELES MESMOS SE CONHECEM.
No decorrer dos últimos 50 anos, os avanços acelerados da ciência têm gerado um crescente afastamento entre os conhecimentos do público e os possuídos e utilizados pelas elites dominantes. Graças à biologia, à neurobiologia e à psicologia aplicada, o "sistema" tem desfrutado de um conhecimento avançado do ser humano, tanto física como psicologicamente. O sistema tem conseguido conhecer melhor o indivíduo comum do que ele mesmo conhece a si mesmo. Isto significa que, na maioria dos casos, o sistema exerce um controle maior e um grande poder sobre os indivíduos do que os indivíduos sobre si próprios.

Helena Damião
Consultora do CFIAP

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

AUTO-AJUDA NA BALANÇA


(In Comer bem até aos 100)

sábado, 11 de dezembro de 2010

REFORÇO DA MATEMÁTICA



O Ministério da Educação confirmou ontem que, a partir do próximo ano lectivo, a disciplina de Estudo Acompanhado que, desde há quatro anos tem sido aproveitada para reforçar o ensino de matemática, passará a ser apenas para os "alunos que revelem necessidades de apoio e não para toda a turma como actualmente". Também ontem, o primeiro-ministro, José Sócrates, anunciou no Parlamento que, do horário semanal atribuído aquela disciplina, que só existe no 2.º e 3.º ciclo do ensino básico, "um tempo lectivo será obrigatoriamente alocado ao estudo da matemática".
Esta é uma das três medidas que o primeiro-ministro apresentou com o objectivo de melhorar aprendizagens e prosseguir o avanço registado pelos alunos portugueses de 15 anos no último estudo do PISA, o programa da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico que mede as capacidades dos estudantes daquela idade. Os resultados foram divulgados terça-feira. (...)

(In Público.pt)

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO PARA O ANO

O novo Acordo Ortográfico vai ser aplicado nas escolas já no próximo ano lectivo 2011/2012, ou seja, em Setembro do próximo ano, decidiu hoje o Governo em Conselho de Ministros. O anúncio foi feito pelo ministro da Presidência no final da reunião. A resolução do Conselho de Ministros determina também que três meses mais tarde, ou seja, a partir de 1 de Janeiro de 2012, as novas regras ortográficas serão também aplicadas a toda a actividade do Governo e dos organismos, entidades e serviços que dele dependem. Mas até lá, e já a partir do próximo dia 1 de Janeiro, serão lançadas campanhas de sensibilização e informação para os cidadãos e outras específicas para os funcionários públicos, com o objectivo de esclarecer as implicações do novo Acordo Ortográfico. (...)
(In Público.pt)

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

PISA 2009


 
"Os principais agentes da educação em Portugal foram os professores, o mérito  destes resultados é dos professores", afirmou o primeiro-ministro, em declarações aos jornalistas no final da apresentação dos resultados do relatório PISA 2009, da OCDE - Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económicos.
O relatório PISA 2009, que testa os conhecimentos dos alunos de 15 anos nas áreas de leitura, matemática e ciências, coloca pela primeira vez Portugal "perto da média" dos países participantes no Programa Internacional de Avaliação de Alunos e na mesma categoria que os Estados Unidos, Suécia, Alemanha, Irlanda, França, Dinamarca, Reino Unido, Hungria e Taipei.
Antes, na intervenção que fez durante a cerimónia de apresentação dos resultados do PISA 2009, José Sócrates tinha já deixado rasgados elogios aos professores, repetindo as palavras da ministra da Educação ao dizer que "os heróis destes resultados são os professores". (...)


sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

MENOS DIRECTORES ADJUNTOS




O despacho que reduz o número de directores adjuntos das escolas do ensino básico e secundário foi hoje publicado em Diário da República. (...)
Segundo o diploma agora publicado, que revoga os critérios em vigor desde o ano passado, os agrupamentos ou escolas até 900 alunos terão direito a um director-adjunto; os que oscilem entre 901 e 1800 estudantes ficarão com dois adjuntos e aqueles que ultrapassem este máximo serão atribuídos três. O despacho aprovado em 2009 fixava que a partir de 1201 alunos as escolas já podiam ter três directores-adjuntos.
Os novos agrupamentos que começaram a ser criados este Verão podem ter um máximo de três mil estudantes.(...)

(In Público.pt

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

DIA MUNDIAL DA SIDA

terça-feira, 30 de novembro de 2010

COMO SE APRENDE A LER?

CONFERÊNCIAS DE EDUCAÇÃO

6 de DEZEMBRO, das 17h às 19h 30m no Auditório da Reitoria da Universidade de Coimbra


É consensualmente aceite que a leitura é imprescindível para o desenvolvimento da criança, sendo-lhe reconhecida grande importância no contexto escolar e extra-escolar. Por tudo isto, é decisivo melhorar as capacidades de leitura dos alunos portugueses.
Esta conferência pretende esclarecer, a partir de estudos da Psicologia Cognitiva, como aprendem as crianças a ler e que estratégias podem ser utilizadas para fomentar as capacidades de leitura. Recorrendo a experiências nacionais e internacionais – nomeadamente a inglesa e a americana – analisar-se-ão as estratégias que se têm destacado como mais eficazes e discutir-se-ão os fundamentos psicopedagógicos que lhes estão subjacentes.
Por último, serão apresentados alguns resultados de um estudo sobre os exercícios e conteúdos dos livros escolares para o ensino da Língua Portuguesa em níveis iniciais, com o objectivo de identificar os conhecimentos e capacidades promovidos na aprendizagem da leitura e da escrita.

Assistir à conferência dá direito a certificado e à oferta de um livro



FERNANDO PESSOA MORREU FAZ HOJE 75 ANOS


Sou um evadido.
Logo que nasci
Fecharam-me em mim,
Ah, mas eu fugi.
Se a gente se cansa
Do mesmo lugar,
Do mesmo ser
Por que não se cansar?
Minha alma procura-me
Mas eu ando a monte,
Oxalá que ela
Nunca me encontre.
Ser um é cadeia,
Ser eu é não ser.
Viverei fugindo
Mas vivo a valer.

domingo, 28 de novembro de 2010

4º ENCONTRO NACIONAL DOS CNO

4.º Encontro Nacional de Centros Novas Oportunidades
Dia 30 de Novembro, no Pavilhão Multiusos, em Guimarães.

Neste encontro serão apresentados os resultados da avaliação externa ao Eixo Adultos da Iniciativa Novas Oportunidades, realizada pela Universidade Católica Portuguesa, sob coordenação do Professor Roberto Carneiro, bem como 'boas práticas' de intervenção desenvolvidas por alguns Centros. Será ainda apresentado publicamente o novo ciclo da Iniciativa Novas Oportunidades.
Agência Nacional para a Qualificação, I.P.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL - PENEDA/GERÊS




Trata-se de um documento destinado aos Estabelecimentos Escolares que reúne o conjunto de actividades de educação ambiental desenvolvidas nas 5 Portas do Parque Nacional da Peneda-Gerês e no Centro de Educação Ambiental do Vidoeiro.
  Partindo do pressuposto que para valorizar e conservar é necessário conhecer, as Portas do Parque Nacional da Peneda-Gerês e o Parque Nacional da Peneda-Gerês oferecem para o ano lectivo de 2010/2011 um programa de educação ambiental dirigido ao público escolar.
Pretende-se que este programa possa contribuir para:
* Promover a aproximação e o contacto directo dos alunos com o espaço natural;
* Transmitir informação sobre os valores patrimoniais existentes neste espaço protegido e a importância da sua conservação;
* Fomentar comportamentos respeitosos em relação à preservação do Património;
* Tornar o Parque Nacional da Peneda-Gerês um “laboratório natural”, utilizando-o como um complemento educativo aos programas curriculares;
* Possibilitar o conhecimento e a experimentação de métodos, técnicas e instrumentos associados a trabalho de investigação realizado em diversas áreas (Biologia, Geologia, Geografia, Arqueologia, entre outras).

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

OFICINAS DE ESCRITA NA ESCOLA SEC. ADOLFO PORTELA


Um novo programa de Português do Ensino Básico entrará em vigor no próximo ano lectivo. Com vista à sua implementação, está a decorrer, de 25 de Setembro a 4 de Dezembro, no CFIAP, a acção de formação “Competências de leitura, escrita, oralidade e conhecimento explícito da língua no Novo Programa de Português do Ensino Básico”, uma aposta assumida pela Escola Adolfo Portela, direccionada para os professores de Português.
A escrita é um dos domínios tratados nesta formação, concretamente a necessidade de se criarem condições para se realizarem momentos de escrita, nas aulas, em regime oficinal, segundo o espírito do novo programa. O formador da acção, o professor António Vilas-Boas, da Escola Secundária de Ermesinde, deslocou-se no dia 16 de Novembro à ESAP para orientar duas sessões de trabalho. Na primeira aula, convidou os alunos do 12º A a escrever um texto de opinião/argumentativo tendo como tema as redes sociais da internet. Na segunda aula, os alunos do 7º B elaboraram um texto descritivo, a partir de vários temas à escolha (o quarto, o animal de estimação, o automóvel/avião do futuro, um amigo/amiga…).
Para estes alunos e para os docentes de Português foi uma oportunidade para contactar com estratégias inovadoras, com o objectivo último de melhorar a competência no domínio da escrita dos nossos alunos.

(In ESAP)

sábado, 20 de novembro de 2010

VOLTA O EXAME DE FILOSOFIA NO SECUNDÁRIO



O último exame de Filosofia realizou-se em 2007. O fim desta prova, realizada no 11.º ano, fora decidido dois anos antes pelo Ministério da Educação. A disciplina de Filosofia deixou também de ser obrigatória no 12.º ano dos cursos científico-humanísticos, geralmente escolhidos pelos estudantes que querem prosseguir estudos. Deste modo deixou também de figurar entre as provas de acesso pedidas pelas instituições do ensino superior.
Estas medidas foram contestadas pela sociedade portuguesa e pela associação de professores de Filosofia e também por vários responsáveis do ensino superior, que alertaram para o perigo de uma morte a prazo da disciplina. O Ministério da Educação não forneceu números sobre a evolução do número de inscritos em Filosofia no 12.º ano. (...)  

(In Público.pt)

terça-feira, 16 de novembro de 2010

APRECIAÇÃO INTERCALAR DOS DIRECTORES



Através de Despacho do Secretário de Estado da Educação, o Despacho 4913-B/2010, de 18 de Março, que fixou os procedimentos a adoptar no âmbito da apreciação intercalar, aplica-se aos directores, presidentes das CAP, directores dos CFAE, subdirectores ou adjuntos, vogais da CAP e coordenadores de estabelecimento. Aplica-se aos docentes que desde 1 de Janeiro de 2010 completaram o requisito de tempo de serviço para progressão na carreira. A progressão aos 3º, 5º e 7º escalões, está dependente, a partir de 1 de Setembro de 2010, das condições exigidas no ECD.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR





Apesar da reformulação do programa ‘Educação para a Saúde’, prevista no Orçamento do Estado para 2011, Alexandre Ventura garante que a implementação da Educação Sexual em meio escolar não será prejudicada. (...)
Para o secretário de Estado Adjunto e da Educação, estão criados os mecanismos e as condições necessárias para o desenvolvimento desta temática e, agora, é necessário que as escolas e os professores ganhem cada vez "maior à vontade e proficiência" neste domínio, além de um aperfeiçoamento, sobretudo ao nível da relação entre as escolas e as famílias.
"Aquilo que defendemos é que cada uma das escolas possa encontrar, em articulação com as famílias, as formas mais adequadas de desenvolver esta matéria, atendendo à sensibilidade e às diferentes perspectivas de cada uma das comunidades e do conjunto das famílias que têm os seus filhos a estudar nessas mesmas escolas", sustentou. Alexandre Ventura acredita que, pela via da Educação Sexual, o Governo estará a contribuir para "mais e melhor saúde e esclarecimento da população, para uma melhor formação dos alunos, para uma diminuição da ocorrência de doenças sexualmente transmissíveis e da gravidez claramente indesejável de mães adolescentes". (...)

sábado, 6 de novembro de 2010

GUIÕES DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA





Professores e alunos das escolas do 1.º ao 3.º ciclo do Ensino Básico vão ter um novo instrumento de trabalho a partir deste mês: guiões pedagógicos para dinamização de actividades sobre educação financeira.
A secretária-geral da Associação de Instituições de Crédito Especializado (ASFAC) disse que o documento está "praticamente concluído", tendo o Ministério da Educação, entidade parceira no projecto, assumido o compromisso de ajudar à divulgação dos guiões a partir de Novembro.
"Há um interesse crescente por parte das escolas e dos professores em leccionar estas matérias, até pela conjuntura económica recessiva que estamos a viver. É importante percebermos como podemos ter uma relação mais equilibrada e positiva com o dinheiro", afirmou Susana Albuquerque.
Os guiões destinam-se aos docentes, que "devem ser os agentes da mudança em relação ao aumento da literacia financeira", mas contam com um conjunto de actividades que podem ser dinamizadas directamente pelos alunos.
"Consistem no desenvolvimento de competências como gerir um orçamento, gastar, poupar, investir, desenvolver o espírito de iniciativa, aprender a falar sobre dinheiro, saber fazer as perguntas certas no banco, por exemplo, através de actividades experimentais", explicou.(...)


terça-feira, 2 de novembro de 2010

PARA AS EQUIPAS DIRECTIVAS DAS ESCOLAS




domingo, 31 de outubro de 2010

HALLOWEEN



A relação da comemoração desta data com as bruxas propriamente ditas teria começado na Idade Média no seguimento das perseguições incitadas por líderes políticos e religiosos, sendo conduzidos julgamentos pela Inquisição, com o intuito de condenar os homens ou mulheres que fossem considerados curandeiros e/ou pagãos. Todos os que fossem alvo de tal suspeita eram designados por bruxos ou bruxas, com elevado sentido negativo e pejorativo, devendo ser julgados pelo tribunal do Santo Ofício e, na maioria das vezes, queimados na fogueira nos designados autos-de-fé.
Essa designação perpetuou-se e a comemoração do halloween, levada até aos Estados Unidos pelos emigrantes irlandeses (povo de etnia e cultura celta) no século XIX, ficou assim conhecida como "dia das bruxas", uma lenda histórica.

sábado, 30 de outubro de 2010

ORIENTAÇÕES DO CCAP


ORIENTAÇÕES SOBRE A CONSTRUÇÃO DOS INSTRUMENTOS DE REGISTO

Relativamente aos instrumentos de registo, o Decreto Regulamentar nº. 2/2010, de 23 de Junho no nº. 2 do artigo 10º, indica que estes "são aprovados pelo conselho pedagógico do agrupamento de escolas ou escola não agrupada, tendo em conta os padrões de desempenho docente e as orientações do conselho científico para a avaliação de professores".

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

CRIMINALIZAÇÃO DA VIOLÊNCIA ESCOLAR




O Executivo de José Sócrates aprovou hoje em Conselho de Ministros a criminalização da violência escolar. Passará a abranger “maus tratos físicos ou psíquicos, incluindo castigos corporais, privações de liberdade e ofensas sexuais a qualquer membro da comunidade escolar a que pertença o agressor”. O bullying está também previsto.
A futura lei pretende produzir dois efeitos: dissuasor e de punição. A ministra da Educação, Isabel Alçada, acrescentou que lei vai distinguir as “situações mais graves das menos graves”. Para estas últimas será a escola a resolver.
Haverá ainda diferenças tendo em conta a idade do agressor. No caso de ser menor, a punição nunca passará de “medidas tutelares educativas”. No caso de ser maior, e no tipo de violência mais grave, poderá implicar uma pena de prisão entre um a cinco anos.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

O VALOR DE EDUCAR, O VALOR DE INSTRUIR


É uma edição da Fundação Francisco Manuel dos Santos e tem o apoio da Porto Editora. O livro de 94 páginas inclui quatro capítulos assinados por Nuno Crato, Fernando Savater, Helena Damião e Ricardo Moreno Castilho.

Neste livro diz Helena Damião:

"...a tarefa de ensinar é nada menos do que fundamental, e isto a dois níveis: a um nível mais restrito, das aprendizagens de cada sujeito, facultando-lhes a aquisição de conhecimentos e o aperfeiçoamento de capacidades; e a um nível mais amplo, dos desígnios da sociedade e da civilização a que todos pertencemos, mantendo o seu legado e, não ficando por aí, procurando novos saberes que o ampliem."

Helena Damião
(Consultora do CFIAP)

sábado, 23 de outubro de 2010

AS ESCOLAS E A CENTRAL DE COMPRAS DO ESTADO


(...) Os directores dos agrupamentos escolares estão confusos. Recorreram às direcções regionais de educação, que também não os conseguiram ajudar; tentaram aprender pelos seus próprios meios, mas ficaram ainda mais baralhados: "Utilizar a plataforma não é assim tão simples, estamos a falar de um sistema muito sofisticado com uma série de procedimentos administrativos totalmente desconhecidos para nós" (...).
 Com ou sem formação, o que está previsto é que, dentro de dois meses, todos os agrupamentos vão ter de usar obrigatoriamente a central de compras de cada vez que precisarem de comprar um computador, substituir uma fotocopiadora ou requisitar alguns milhares de lápis ou borrachas. A partir de Janeiro, acabaram-se os concursos para comprar qualquer tipo de material: "Tudo é feito através da plataforma digital, compras ou previsão de gastos anuais."
Todas as aquisições serão feitas através das empresas inscritas na central: "Não estamos contra esta medida, se isso implicar uma melhor gestão dos recursos." Só que antes de usar o novo sistema, os directores querem saber o que estão a fazer até porque o "grande medo" é cometer "involuntariamente" alguma ilegalidade: "O director será sempre o único responsável por qualquer erro cometido pela escola."

(In Ionline)

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

JÁ NÃO HÁ CONCURSO DE PROFESSORES EM 2011

A ministra da Educação, Isabel Alçada, assumiu hoje no Parlamento a impossibilidade de realizar o concurso de professores em 2011, explicando que  esta medida é convergente com o objectivo de reduzir despesa que se exige a todos os ministérios.
A ministra defendeu que nenhuma medida é arbitrária e manifestou solidariedade com os professores, reafirmando que era sua "intenção séria" realizar o concurso.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

JORNADA DE ENCERRAMENTO - PROJECTO SEARA



O Instituto Paulo Freire, em parceria com a Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, a Escola Adolfo Portela e a Universidade de Aveiro têm vindo a desenvolver um projecto em que foram trabalhadas possibilidades/dificuldades de gestão das práticas educativas, por parte da escola e dos professores, visando uma melhoria da relação professor/aluno e do sucesso escolar. Esse projecto termina agora com um Jornada que irá ter lugar no dia 26 de Outubro.

Projecto SEARA
INSTITUTO PAULO FREIRE DE PORTUGAL
Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da UP - Sala 005
Rua Dr. Manuel Pereira da Silva - 4200-392 Porto
[ METRO - Linha Amarela. Saída "Pólo Universitário" ]
T: 22 040 06 18 ou 22 607 97 00 (ext. 219)
F: 22 607 97 25
www.ipfp.pt

sábado, 16 de outubro de 2010

PADRÕES DE DESEMPENHO DOCENTE


Já se encontram na página da DGRHE os padrões de desempenho docente, propostos pelo Conselho Científico para a Avaliação de Professores.
Os padrões de desempenho docente são estabelecidos a nível nacional, constituem um elemento de referência da avaliação de desempenho e visam providenciar um contexto para o julgamento profissional levado a cabo pelos docentes no decurso da sua actividade.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

RANKING DAS ESCOLAS SECUNDÁRIAS


Uma clivagem bem acentuada entre os resultados obtidos, a nível distrital, pelas escolas do litoral e as do interior, com desvantagem para estas últimas, é o dado novo que a listagem feita com base nos resultados dos exames do Ensino Secundário revela este ano. Tal como em anos anteriores, são os estabelecimentos de ensino privado que lideram, mais uma vez, o ranking nacional.
Escolas associadas do CFIAP:

Escola Secundária Marques de Castilho - Águeda - 426
Escola Secundária Adolfo Portela - Águeda - 112
Escola Secundária de Sever do Vouga - Sever do Vouga - 293
Escola Secundária da Mealhada - Mealhada - 397
Escola Secundária de Anadia - Anadia - 207

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

RANKING MUNDIAL DA IGUALDADE ENTRE HOMENS E MULHERES



Portugal ocupa 32.º lugar na lista publicada pelo Fórum Económico Mundial. O Iémen é o país onde as diferenças de oportunidades entre sexos são mais acentuadas.
Já é uma tradição. Os países nórdicos voltam este ano a ocupar os primeiros lugares no ranking mundial da igualdade de oportunidades entre homens e mulheres.
Islândia, Noruega, Finlândia e Suécia integram, por esta ordem, o top anual, publicado ontem pelo Fórum Económico Mundial. Curiosamente, a igualdade parece dar-se bem com o frio, tanto a norte como a sul: a Nova Zelândia é o quinto país da lista.
Pode dizer-se que os nórdicos são pentacampeões na eliminação de obstáculos à ascensão económica, social e política das mulheres. Desde 2006, ano em que esta organização sediada na Suíça apresentou o seu primeiro Global Gender Gap Index (índice que mede as disparidades de oportunidades entre os dois sexos), que os quatro países têm disputado as posições cimeiras.
A Islândia mantém, à semelhança do ano passado, o primeiro lugar. Este país tem os melhores resultados no que diz respeito aos níveis de escolaridade das mulheres e ao poder político que detêm. Contudo, de acordo com o relatório, continua a existir "uma diferença significativa entre os salários de homens e mulheres" naquele país.
Já Portugal subiu 14 posições relativamente a 2009, ocupando agora o 32.º lugar no ranking. De acordo com o relatório, Portugal já conseguiu eliminar 71,7% das desigualdades. A melhoria contraria a tendência dos últimos anos e é explicada pelos "ganhos na participação das mulheres na força de trabalho e na ocupação de cargos ministeriais".

(In Diário de Notícias)

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

DIA INTERNACIONAL DE COMBATE À OBESIDADE



Assinala-se hoje, dia 11 de Outubro, o Dia Mundial de Combate à Obesidade. A data foi instituída em 1997 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), com o objectivo de incentivar as pessoas a optarem por acções preventivas e saudáveis. A obesidade é apontada pela OMS como um dos maiores problemas de saúde pública no mundo, por atingir 1 bilião de pessoas.
Previna a obesidade alimentando-se com alimentos naturais e fazendo exercício físico todos os dias!

terça-feira, 5 de outubro de 2010

EDUCAÇÃO + EM ÁGUEDA

A exposição itinerante “Educação +” é amanhã (dia 6 de Outubro), inaugurada na Biblioteca Municipal de Águeda. Às 17 horas, na Biblioteca Municipal Manuel Alegre.
A iniciativa da Universidade de Aveiro e da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda, é “um programa de literacia financeira”, destinada a jovens entre os sete e os 17 anos e público, em geral, contribuindo para a sua formação, nesta área cada vez mais sensível.
Estará patente ao público de 6 a 8 e 11 a 14 de Outubro.


DIA DO PROFESSOR


Ser um bom professor é sê-lo a tempo inteiro, com uma pitada de gosto pela comunicação e umas tantas doses de rigor e autodisciplina.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

NOBEL DA MEDICINA


O Nobel da Medicina foi atribuído ao britânico Robert G. Edwards, pai da fecundação in vitro, descoberta que ajudou milhares de casais inférteis a ter filhos, anunciou hoje em Estocolmo o comité do Prémio Nobel.
Robert G. Edwards e Patrick Steptoe, que morreu em 1988, desenvolveram ambos a técnica de fertilização in vitro (IVF), permitindo a fertilização exterior das células do óvulo, que são posteriormente implantadas no útero.

Robert G. Edwards, de 85 anos, foi distinguido «pelo desenvolvimento do tratamento da fecundação humana in vitro», refere o comité em comunicado, lembrando que as suas descobertas «tornaram possível o tratamento da esterilidade que afeta uma larga percentagem da humanidade e mais de 10 por cento dos casais em todo o mundo».
A técnica esteve na origem do nascimento, em 1978, do primeiro «bebé-proveta», a britânica Louise Joy Brown.
Desde então, nasceram em todo o mundo mais de quatro milhões de pessoas graças à fecundação in vitro.(...)

( In Sol)

domingo, 3 de outubro de 2010

METAS DE APRENDIZAGEM


O projecto Metas de Aprendizagem insere-se na Estratégia Global de Desenvolvimento do Currículo Nacional  e concretiza-se no estabelecimento de parâmetros que definem de forma precisa e escalonada as metas de aprendizagem para cada ciclo, o seu desenvolvimento e progressão por ano de escolaridade, para cada área de conteúdo, disciplina e área disciplinar. Corresponde a resultados da investigação nacional e internacional sobre padrões de eficácia no desenvolvimento curricular, que recomendam este tipo de abordagem.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

SEMINÁRIO INTERNACIONAL DO PROJECTO NIFLAR



29 DE OUTUBRO DE 2010
FACULDADE DE LETRAS
 DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

O projecto NIFLAR tem como principal objectivo contribuir para a inovação no âmbito do ensino/aprendizagem de línguas estrangeiras, diversificando e enriquecendo quer os contextos de aprendizagem, quer os programas de formação de professores. A integração de tecnologias web no ensino de línguas permite experiências práticas de aprendizagem colaborativa online, criando ambientes de imersão e contribuindo dessa forma para o desenvolvimento de competências interculturais. O projecto trabalhou com dois ambientes de comunicação:
- a comunicação video-web, feita através de uma plataforma que permite que os participantes se vejam e falem uns com os outros, partilhem documentos e elaborem textos conjuntamente;
- os Mundos Virtuais em 3D, espaços virtuais em que os aprendentes podem criar a sua personagem digital e interagir com pessoas de qualquer parte do mundo em situações de comunicação autêntica em sincronia.
O projecto trabalhou com quatro línguas-alvo: espanhol, neerlandês, português e russo.
O NIFLAR quer partilhar as suas experiências, boas práticas e resultados. Daí a realização deste Encontro, destinado a todos aqueles que estão envolvidos no ensino de línguas: professores de todos os níveis de ensino, alunos de 2.º ciclo de formação de professores, membros de associações de professores de línguas, instituições ligadas ao ensino de línguas.
Línguas de trabalho: a principal língua de trabalho será o inglês, mas o espanhol e o português poderão ser também utilizados.
Inscrição através do e-mail niflarpt@gmail.com indicando o nome, a instituição onde trabalha e a área disciplinar ou científica.
Ou enviar para:
Encontro NIFLAR
Maria Isabel Pereira
ILLP - Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
Largo da Porta Férrea
3004 – 530 COIMBRA

A participação é gratuita; contudo, e devido às limitações de espaço, está sujeita a inscrição prévia e confirmação por parte da organização do ENCONTRO. Serão aceites as primeiras 50 inscrições.

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

CONFERÊNCIA

CONFERÊNCIA
“O Erro no Desempenho Profissional”


Professor Doutor José Fragata
Médico, cirurgião de cardiologia e Professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. Interessa-se pelo erro humano, na área da saúde. É co-autor do livro “O erro em medicina”.

Terá lugar próximo dia 8 de Outubro pelas 16h30 no Auditório da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.
A conferência é aberta ao público (com certificado de presença).
Organização: Helena Damião, Isabel Festas, Ana Tomaz, Paula Soraia Almeida e Vanessa Sousa.