quinta-feira, 30 de junho de 2022

FORMAÇÃO CONTÍNUA - CAPACITAÇÃO DIGITAL


Está  a decorrer o prazo para as inscrições nas ações de capacitação digital, níveis 1, 2 e 3 até ao dia 8 de julho.

Os docentes que pertencem às escolas associadas do CFIAP que estejam interessados em frequentar a referida formação, no ano letivo 2022/2023, devem procurar na sua caixa de correio eletrónico o link enviado pelo CFIAP, para que se possam inscrever de acordo com o seu nível de proficiência digital.

terça-feira, 21 de junho de 2022

FORMAÇÃO CONTÍNUA DE DOCENTES: ÁREAS PRIORITÁRIAS

 


Formação contínua de docentes: áreas prioritárias

O desenvolvimento profissional dos docentes, nomeadamente através da formação contínua, visa contribuir para uma escola inclusiva, promotora de melhores aprendizagens para todos, com autonomia e flexibilidade que permita uma gestão curricular adequada a contextos específicos e às necessidades dos alunos. Esta formação é determinante para: 

* que todos os alunos alcancem as competências previstas no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória; 

* a promoção de práticas que permitam antecipar e prevenir o insucesso e a concretização dos projetos educativos e dos planos de ação estratégica; 

* a satisfação das prioridades formativas e a implementação das medidas preconizadas no âmbito da educação inclusiva; 

* a capacitação das escolas que possibilite a reflexão sobre as suas práticas; 

* o desenvolvimento de práticas de trabalho colaborativo, de competências digitais, de permanente atualização científica, de competências profissionais orientadas para a melhoria da qualidade, eficiência e eficácia das práticas de outros agentes de educação e formação, designadamente diretores e outros cargos de gestão escolar intermédia.

Consideram-se áreas prioritárias para o próximo ano letivo, no âmbito do Plano Integrado para a Recuperação das Aprendizagens, aprovado em anexo Resolução do Conselho de Ministros n.º 90/2021, de 7 de julho, as ações: Recuperar com Matemática, Recuperar Incluindo e Capacitar para Avaliar. 

Na sequência da implementação dos novos documentos curriculares das Aprendizagens Essenciais de Matemática 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico (Despacho n.º 8209/2021, de 19 de agosto) serão concretizadas as seguintes medidas: implementação de um plano de formação contínua, a nível nacional, em colaboração com Instituições do Ensino Superior e os Centros de Formação de Associações de Escolas (CFAE), dirigido a professores de todos os níveis de ensino e a todos os Agrupamentos de Escolas/Escolas não agrupadas (AE/Ena), apoio e acompanhamento de dinâmicas colaborativas de desenvolvimento curricular; produção de recursos educativos; criação de um banco de recursos de acesso livre, instrumentos de avaliação e relatos de experiências de aula. Pretende-se, assim, apoiar a prática letiva dos docentes através da realização de eventos regionais de partilha de práticas e eventos temáticos para disseminação de conhecimento científico e pedagógico. 

O Plano Integrado para a Recuperação das Aprendizagens, tem como pano de fundo os princípios da educação inclusiva, sendo uma aposta no reforço de competências de todos, com um olhar dedicado àqueles cuja vulnerabilidade aumentou nos últimos dois anos. Assim, conscientes da necessidade de reforçar práticas inclusivas em sala de aula, o Ministério da Educação desenvolveu um plano de formação para as escolas, que visa apoiar a ação e a construção de instrumentos próprios de atuação. Tem como intenção contribuir para o reforço da capacidade de resposta das escolas e dos seus profissionais à diferença e à diversidade, para que todos aprendam e adquiram competências de participação na vida da comunidade educativa e, ao mesmo tempo, realizar um trabalho de proximidade através de um reforço da capacitação das equipas de acompanhamento (Equipas Regionais AFC) e de agentes disseminadores locais, nomeadamente os docentes em mobilidade nos CFAE. Através de um trabalho feito na modalidade de investigação-ação serão produzidos documentos orientadores para o desenvolvimento e aprofundamento de práticas organizativas e educacionais inclusivas. 

No âmbito da ação Capacitar para Avaliar, dá-se continuidade ao Projeto de Monitorização, Acompanhamento e Investigação em Avaliação Pedagógica (Projeto MAIA) enquanto indutor de reflexão e produção de instrumentos na área da avaliação. Este é um projeto multidimensional que aposta nas dimensões teórica e conceptual, na formação, no acompanhamento, monitorização e investigação no domínio da avaliação pedagógica. Através do link https://afc.dge.mec.pt/projeto-maia-introducao poderá ter acesso à página onde se disponibilizam materiais relevantes para o desenvolvimento do mesmo. A transformação digital exige, entre outros, o investimento nas pessoas e nas suas qualificações, de modo que seja possível dar resposta aos desafios atuais e futuros, garantido não só uma educação de qualidade, mas também maior igualdade e inclusão dos cidadãos. Nesse sentido, o Ministério da Educação tem vindo a desenvolver várias ações, com vista à Capacitação Digital das Escolas. Resultante de um trabalho articulado entre a Direção-Geral da Educação e os CFAE, tem vindo a ser proporcionada formação na área do digital a todos os professores dos ensinos básico e secundário tendo como propósito a capacitação digital de todos os docentes. Esta formação visa contribuir para a integração do digital nas práticas profissionais e pedagógicas, nas rotinas das escolas, de acordo com uma estratégia global de desenvolvimento digital. Através do link https://digital.dge.mec.pt/ pode ter acesso à página onde encontrará mais informação sobre a Capacitação Digital das Escolas. 

Importa, pois, às escolas, promover o desenvolvimento profissional dos seus docentes em particular e da organização educativa em geral, em estreita articulação com os CFAE, tendo em mente a recuperação das aprendizagens e a promoção do sucesso escolar dos alunos. 

A Direção da DGE

(in NOESIS)

terça-feira, 14 de junho de 2022

RELATÓRIO PROJETO eTWINNING 2005-2020

 

A Direção-Geral da Educação, através da Organização Nacional de Apoio eTwinning, divulga o Relatório de Avaliação Externa do Projeto eTwinning em Portugal 2005-2020, realizado por uma equipa de investigação do ISCTE, com o objetivo de melhor compreender o impacto deste projeto a nível nacional.

O projeto eTwinning, financiado pela Comissão Europeia, é constituído por uma comunidade de escolas / professores que, desde 2005, promovem o desenvolvimento de projetos colaborativos entre professores e alunos de diversos locais da europa, os quais apresentam um potencial de inovação para as escolas e, em particular, para a diversificação de metodologias de trabalho a nível da sala de aula.

O Relatório em questão está disponível através deste link.

(in Blog de ArLindo)

terça-feira, 7 de junho de 2022

quarta-feira, 1 de junho de 2022

LITERACIA DIGITAL E MEDIÁTICA DA INVESTIGAÇÃO À EDUCAÇÃO

  

Congresso Final do Projeto COMEDIG – Literacia Digital e Mediática: da Investigação à Educação.

O Congresso COMEDIG tem por objetivo promover a partilha de saberes e a reflexão sobre os desafios que se colocam à educação e à investigação, numa época em que a literacia digital e mediática é considerada uma condição essencial para o exercício da cidadania.

Os conferencistas convidados são especialistas da área da educação e da comunicação, nacionais e internacionais: Pierre Fastrez (Universidade de Lovaina), Gabriela Borges (Universidade do Algarve), Teresa Pombo (Agrupamento de Escolas Carlos Gargaté / Plano Nacional de Leitura 2027) e Ignacio Aguaded Gómez (Universidade de Huelva).

O programa do Congresso COMEDIG foi acreditado pelo Centro de Formação de Associação de Escolas NOVA ÁGORA como Ação de Curta Duração para Educadores de Infância, Professores dos 1º, 2º e 3º ciclos do Ensino Básico e do Ensino Secundário, com a duração de 5 horas.

O evento vai decorrer em formato presencial, no dia 25 de junho de 2022, na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.

Pode consultar mais informações AQUI.

sexta-feira, 13 de maio de 2022

PROJETO MAIA

 

No próximo dia 20 de maio, entre as 18h e as 19h30min, realizar-se-á o terceiro webinar do Projeto MAIA sob o tema Avaliação Formativa em Contexto de Ensino Profissional e integrado nas atividades de formação previstas para o corrente ano escolar. 

Trata-se de uma atividade formativa que procura ir ao encontro das necessidades identificadas, reforçando as dinâmicas ação e colaboração do Projeto MAIA com os mais diversos intervenientes no âmbito dos Cursos Profissionais.

O link de acesso ao webinar, que será transmitido via YouTube, é o seguinte:

https://www.youtube.com/watch?v=XtfDdgD9JZA

segunda-feira, 9 de maio de 2022

SE ESTA RUA FOSSE MINHA

 


segunda-feira, 2 de maio de 2022

ACD - O ensino do holocausto

 

A DGE dinamizará, em coorganização com a Associação de Professores de História, uma ação de curta duração de 3 horas intitulada

 “O Ensino do Holocausto: Enquadramento Teórico e Práticas”,

 de acordo com o seguinte calendário:


 

Data

Escola e localidade

Cronograma

Prazo de inscrição

Inscrições

18/05/2022

Escola Secundária Sá de Miranda, Braga

17.00 às 20.00

28/04 a 09/05

Link

25/05/2022

Escola Secundária de Bocage, Setúbal

17.00 às 20.00

29/04 a 17/05

Link

01/06/2022

Escola Secundária Dr. Mário de Sacramento, Aveiro

17.00 às 20.00

02/05 a 20/05

Link

 


Esta ação de curta duração tem como como objetivos formar e sensibilizar para o ensino do Holocausto numa perspetiva transversal à Cidadania e aos Direitos Humanos. Igualmente procura fornecer aos professores instrumentos de trabalho prático para a sala de aula, propiciando meios de reflexão que permitam, através do ensino do passado, problematizar o presente.

A seleção dos formandos obedecerá ao seguinte critério: ordem de inscrição. O número de inscrições está condicionado à lotação do auditório onde se realiza a formação.

quarta-feira, 6 de abril de 2022

ARTE(S) DE CRESCER COM LIBERDADE

 

O Agrupamento de Escolas Miguel Torga e o Centro de Formação Bragança Norte irão levar a cabo uma Ação de Curta Duração online com o tema “Arte(s) de Crescer em Liberdade”, no dia 21 de abril, das 17 às 20 h.  Esta ACD, integrada no Projeto Cultural de Escola do AE Miguel Torga, conta com a participação do Plano Nacional das Artes e da Estrutura de Missão V Centenário Fernão de Magalhães, tendo como preletores Paulo Pires do Vale, Comissário do Plano Nacional das Artes, Ana Paula Laborinho, diretora em Portugal da Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, Ciência e Cultura, em representação da Estrutura de Missão V Centenário Fernão de Magalhães, Maria Joana Félix, Coordenadora Intermunicipal do Plano Nacional das Artes e Fátima Gomes Fernandes, Diretora do AE Miguel Torga.

 

Os docentes poderão inscrever-se através do seguinte link:

https://forms.office.com/r/cn51krKzLY

quarta-feira, 30 de março de 2022

REVISÃO DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA EM PORTUGAL

 A OCDE acaba de lançar o estudo avaliativo sobre a implementação do regime jurídico da educação inclusiva, com vista à sua melhoria contínua. Recorde-se o regime jurídico da Educação Inclusiva (Decreto-Lei n.º 54/2018, de 6 de julho), cujo artigo 33.º prevê o acompanhamento, monitorização e avaliação da sua implementação. Deste modo, o relatório produzido pela OCDE analisa a promoção da educação inclusiva em Portugal com base nas políticas e práticas nas áreas de governação, recursos, capacitação, intervenções a nível escolar e monitorização e avaliação.

https://bitly.hk/iy5ZN

domingo, 6 de fevereiro de 2022

RELATÓRIO DO CNE

 O Relatório do CNE – Conselho Nacional de Educação “O Estado da Educação 2020“, edição de 2021



terça-feira, 18 de janeiro de 2022

AMBIENTES DE APRENDIZAGEM HÍBRIDOS

 

(In Noesis, Jan 2022)

O processo de globalização e a evolução das tecnologias e redes digitais têm provocado mudanças acentuadas na sociedade, impulsionando o nascimento de novos modelos, processos de comunicação e ambientes de aprendizagem. Este quadro, exige que se pense, urgentemente, em criar e desenvolver estruturas que respondam a estas mudanças, com escolas digitalmente inovadoras, capazes de transformar a realidade educativa, numa realidade mais híbrida, mais blended

sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

PRAZOS PARA REQUERER AULAS OBSERVADAS

 


quinta-feira, 16 de dezembro de 2021

ARTISTAS DIGITAIS

 

O Concurso Artistas Digitais é uma iniciativa do Centro de Competência entre Mar e Serra (CCEMS) que vai já na sua XXI edição. Este concurso pretende fomentar a utilização criativa das tecnologias na abordagem de atitudes e Valores Universais, de cidadania e do ambiente e tem como destinatários alunos do pré-Escolar e do 1.º e 2.º ciclos do ensino básico de todo o país.

Nesta edição, organizada em parceria com a Direção-Geral da Educação, propomos o tema ‘Cidades Verdes, Oceanos Azuis’ para todas as categorias do concurso (pré-escolar, 1.º e 2.º ciclos) no âmbito da Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania, domínios Desenvolvimento Sustentável e Educação Ambiental. Pretendemos promover junto dos alunos mais jovens atitudes e Valores de preservação do meio ambiente e de defesa da natureza, no desafio global de combate às alterações climáticas.

Os educadores, professores e encarregados de educação poderão registar-se e enviar os desenhos dos seus “artistas” até ao final de mês de julho de 2022. Os artistas poderão participar com mais de um desenho digital, elaborado recorrendo a um software de edição de imagem (Paint, Paint.net, Gimp ou outros similares).

O cartaz encontra-se disponível em https://download.ccems.pt/ArtistasDigitais2021_2022.pdf

Mais informações e regulamento podem ser consultadas em: https://artistas.ccems.pt

quarta-feira, 17 de novembro de 2021

X SIMPÓSIO OGE

 X Simpósio OGE da Universidade de Aveiro



A gestão da incerteza na Educação: (des)continuidades e desafios

Registo de Acreditação: CCPFC/ACC-113176/21, 

Nº de horas acreditadas: 13

Modalidade: Curso de Formação - Colóquios; congressos; simpósios; jornadas ou iniciativas congéneres (online)

Área de formação: Administração escolar e administração educacional

Inscrições: http://simposiooge.web.ua.pt/2021/?page_id=241

Programa: http://simposiooge.web.ua.pt/2021/

Objetivo geral:

Contribuir para a promoção de reflexão crítica e discussão em torno da Educação e do modo como tem enfrentado e gerido crises e riscos que ameaçam a coesão social e a equidade, na ótica das Políticas Educativas e da Administração Escolar;

terça-feira, 16 de novembro de 2021

III JORNADAS DE EDUCAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO

 

III Jornadas de Educação para o Desenvolvimento

As III Jornadas de Educação para o Desenvolvimento irão decorrer nos próximos dias 20 e 24 de novembro, no quadro da Estratégia Nacional de Educação para o Desenvolvimento 2018-2022 (ENED 2018-2022), sendo subordinadas ao tema 

“A digitalização: olhares a partir da Educação para o Desenvolvimento”. 

A sessão do dia 20, que decorrerá em formato online, das 10h às 13h, é aberta à participação das pessoas interessadas, mediante inscrição prévia (limitada à disponibilidade existente e sujeita a confirmação).

Programa

Inscrição  (até 18 de novembro)

quarta-feira, 27 de outubro de 2021


 

segunda-feira, 18 de outubro de 2021

REVISTA

 Novo número da Revista de Ciência Elementar



Já está disponível a edição Julho-Setembro 2021 da Revista de Ciência Elementar

sexta-feira, 8 de outubro de 2021

JORNADAS 21/23 ESCOLA+


Realizaram-se, nos dias 27, 28 e 29 de setembro as Jornadas 21|23 Escola+, na modalidade a distância, dirigidas aos Diretores dos 809 Agrupamentos de Escolas/Escolas não Agrupadas e representantes dos serviços das várias unidades orgânicas do Ministério da Educação.

Os vídeos das sessões encontram-se disponíveis para visualização no Canal DGE do Youtube:

Sessão de Abertura
Plenária 1 – “Moving forward, Covid and all” | Fernando M. Reimers, Harvard University
Plenária 2 – “What should we keep on doing and what should we stop?” | Suzanne Dillon, Coordenadora do Projeto OECD Future of Education and Skills 2030
Plenária 3 – “O lugar do equilíbrio emocional e do bem-estar (…) no plano de recuperação das aprendizagens” | Margarida Gaspar de Matos, Task Force Saúde Mental

Sessões Paralelas:

Tema 1: Leitura orientada em sala de aula
Tema 2: Instrumentos de apoio à leitura
Tema 3: Diagnóstico e avaliação
Tema 4: Gestão flexível de turmas
Tema 5: Anos de transição de ciclo
Tema 6: Organização semestral do calendário escolar
Tema 7: Recuperação e Matemática
Tema 8: Apoio tutorial específico
Tema 9: A participação dos alunos na recuperação das aprendizagens
Tema 10: A eficácia das medidas de recuperação de aprendizagens
Tema 11: Indicadores de apoio à tomada de decisão
Tema 12: Inclusão e Português Língua Não Materna (PLNM)
Tema 13: A arte como instrumento para a recuperação
Tema 14: Educação pré-escolar: Planeamento e Avaliação
Tema 15: Recuperação e diversificação de estratégias no Ensino Profissional
Tema 16: Os Planos de Ação para o Desenvolvimento Digital das Escolas (PADDE)
Tema 17: O equilíbrio emocional no regresso à escola
Tema 18: Recuperar Experimentando: Ciência Viva na Escola
Tema 19: Diários de Escrita

É de salientar que o plano integrado para a recuperação das aprendizagens – Plano 21|23 Escola+, aprovado na Resolução do Conselho de Ministros n.º 90/2021, de 7 de julho, decorre da urgência em recuperar e consolidar aprendizagens e em mitigar as desigualdades consequentes da crise pandémica dos dois últimos anos letivos, esperando-se que o conjunto de ações específicas do plano contribua para a verdadeira sustentabilidade das escolas nos anos vindouros.

(Informação retirada Blog DeAr Lindo)

quarta-feira, 6 de outubro de 2021

EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Webinar – A importância das redes sociais nas decisões de investimento dos jovens e as criptomoedas.




Webinar, promovido pela Organização Internacional de Reguladores de Valores Mobiliários (IOSCO- Internacional Organization of Securities Commissions), realiza-se no 11 de outubro, com o objetivo de sensibilizar os investidores e a sociedade civil para a importância da educação financeira e da proteção do investidor, e dirige-se sobretudo a professores do ensino secundário.


A participação neste webinar não pressupõe a emissão de certificado/declaração de participação, nem o envio de documentação.

quinta-feira, 30 de setembro de 2021

EBOOK

 



Ebook "Temas e Debates em contexto de Autonomia e Flexibilidade Curricular" foi concebido no âmbito da realização, em maio de 2021, das segundas Reuniões de Rede, promovidas pela Equipa Regional do Centro para a Autonomia e Flexibilidade Curricular.

Com este Ebook pretende-se divulgar a reflexão efetuada, pelas escolas da região centro, em torno de 4 temas: ambientes educativos inovadores; trabalho colaborativo; perspetivas de integração curricular; adequação curricular a diferentes perfis de aprendizagem.

quarta-feira, 22 de setembro de 2021

INSCRIÇÕES NAS AÇÕES DE FORMAÇÃO

 



sexta-feira, 10 de setembro de 2021

MEDIAÇÃO DE CONFLITOS: DA FAMÍLIA À MULTICULTURALIDADE

No próximo dia 21 de setembro, às 14h30, decorre o webinar “Mediação de Conflitos: da Família à Multiculturalidade” (duração prevista de 1h30m | Plataforma ZOOM)  

Neste webinar os participantes terão a possibilidade de: 

- Refletir sobre os mecanismos psicológicos que estão na base dos conflitos e dos processos de mediação;   

- Perceber o que é a mediação familiar, qual o seu enquadramento legal e a sua aplicação nos processos de Regulação do Exercício das Responsabilidades; 

- Debater os desafios que o acolhimento de migrantes coloca ao nível da saúde mental e de uma integração positiva na comunidade. 

Público alvo: estudantes da UAb; profissionais da educação; técnicos/as das áreas sociais e todas as pessoas interessadas nestas temáticas. 

Inscrição gratuita, mas obrigatória, até 20 de setembro através do link: https://cutt.ly/IWz7cu4 

Este webinar inaugura o Ciclo Matrizes de Conhecimento 2021/2022 e é organizado pelos Centros Locais de Aprendizagem (CLA) da Universidade Aberta (UAb) em Ansião, Cantanhede, Madeira, Ponte de Lima, Sabugal e São João da Madeira, em estreita colaboração com a Unidade de Aprendizagem ao Longo da Vida (UALV).   

quinta-feira, 29 de julho de 2021

FÉRIAS

 


USO SAUDÁVEL DA TECNOLOGIA

Recomendações para o uso saudável da tecnologia durante as férias escolares

O Professor Daniel Sampaio, a Professora Ivone Patrão e a Direção-Geral da Educação, no âmbito do Centro de Sensibilização SeguraNet, com o apoio da Geração Cordão e do Instituto de Apoio à Criança, lançam a Campanha “Férias: um lugar tecno saudável!”, que visa sensibilizar crianças e jovens para o uso saudável da tecnologia durante o período das férias escolares. 

Esta campanha, dirigida a pais/encarregados de educação e a todos os agentes educativos, propõe uma viagem a esse lugar especial, onde todos poderão desfrutar de férias em segurança, e onde é privilegiado o bem-estar físico e mental.

Várias figuras públicas aderiram a esta campanha: Pedro Fernandes (humorista, apresentador de televisão), Ana Marques (apresentadora de televisão), Sónia Morais Santos (jornalista e criadora de conteúdos digitais) e Margarida Beja (nutricionista e criadora de conteúdos digitais).

Consulte as recomendações para o uso saudável da tecnologia.

Sugere-se que a campanha seja disseminada não só na comunidade educativa, através dos diretores de turma ou professores titulares de turma, que contactam com os pais e encarregados de educação, como também em autarquias, nos programas de férias escolares e nas associações juvenis.

Mais informações em:

(in noTICiário ERTE de julho 2021)

terça-feira, 20 de julho de 2021

 

Com vista à recuperação das aprendizagens e procurando garantir que ninguém fica para trás, foi aprovado o Plano 21|23 Escola+. Este Plano apresenta um conjunto de medidas que se alicerça em políticas educativas com eficácia demonstrada ao nível do reforço da autonomia das escolas e das estratégias educativas diferenciadas dirigidas à promoção do sucesso escolar e, sobretudo, ao combate às desigualdades através da educação.

Este Plano integrado para a recuperação das aprendizagens dos alunos dos ensinos básico e secundário incide em três eixos estruturantes de atuação – 1 - ensinar e aprender; 2 - apoiar as comunidades educativas; 3 - conhecer e avaliar – desenvolvendo-se em domínios de atuação, correspondentes a áreas de incidência prioritária, e em ações específicas, que constituem o portefólio de medidas propostas às comunidades educativas, por um lado, e os meios e recursos disponibilizados, por outro lado.

Neste contexto, foi construído um sítio online (https://escolamais.dge.mec.pt/) que elenca as ações específicas e se constitui como repositório de todos os recursos de apoio às escolas que serão disponibilizados durante a execução do Plano.

(in https://www.dge.mec.pt/noticias/lancamento-do-site-escola-2123)